Silvana Flores
Home Contato Adicionar aos Favoritos

Cuidado com as pragas

Existem alguns insetos que podem acabar com as suas plantas. Abaixo, vamos descrever os mais comuns, e dar dicas de como se livrar deles sem danificar o seu jardim:

Pulgões:
Existem vários tipos de pulgões: pretos, brancos, marrons, cinzas e, raramente, os verdes.

Eles comumente se alojam nas folhas mais novas e delicadas da planta. Essas pequenas pragas além de se multiplicar muito rapidamente, sugam a seiva da planta deixando-a debilitada e, em grandes quantidades, eles podem chegar a matar a mesma.

Os pulgões são pragas que se mantém o ano todo vivos, porém a época mais comum de aparecerem no seu jardim é no final da primavera e no começo do verão.

Joaninhas se alimentam destes insetos, por isso fique bem feliz se você tiver joaninhas espalhadas por todo o seu jardim.

Calda de fumo é simples de ser feita, e muito eficiente: basta ferver 200 gramas de fumo de corda, bem picado, em 1 litro de água fervente. Deixe o fumo permanecer em fervura por 5 minutos. Assim que a mistura estiver fria, ela deve ser coada. Você deve adicionar a essa mistura algumas gotas de detergente neutro e adicionar mais nove litros de água, essa mistura pode ser borrifada na suas plantas a vontade.

Macerado de urtiga também pode ser usado, porém deve ser manuseado com muito cuidado. Coloque 100 gramas da planta mergulhadas em 1 litro de água por 3 dias. Após esses dias, dilua a solução em 10 litros de água e pulverize na suas plantas. Sempre tome muito cuidado ao manusear qualquer componente feito com urtigas. Se tiver crianças em casa, evite usar essa solução.

Para quem tem crianças em casa um bom método de lutar contra os pulgões é pegar um chumaço de algodão, embebê-lo em uma solução feita de 50% de água e 50% de álcool e passar nas folhas. Esse tratamento é mais trabalhoso, porém mais seguro para quem tem crianças e animais em casa.

Conchonilhas:
São insetos minúsculos, que se alojam na parte inferior das folhas. Eles sugam a seiva da planta e liberam uma substância pegajosa que facilita o ataque de fungos que vão, definitivamente, acabar com a sua planta.

É fácil de se perceber que as plantas estão contaminadas por fungos devido ao conchonilhas, pois as folhas vão apresentar uma crosta que terá a aparência de cera. Devido à carapaça que elas possuem, nenhum inseticida tem efeito nenhum sobre elas.

Produtos a base óleo dão melhores resultados na eliminação dessas pestes, você pode tentar usar também a cauda de fumo.
Se a sua planta já estiver muito comprometida você vai ter que apelar para o controle químico, que é feito com uma mistura de óleo natural e inseticida organofosforado.

Moscas brancas:
São minúsculas moscas que tem a qualidade de serem muito facilmente notadas, porém são extremamente difíceis de se livrar. Elas, além de se alimentarem da seiva da planta, soltam um líquido que favorece o desenvolvimento de fungos.

Para se livrar delas, você provavelmente terá que usar inseticidas químicos. É claro que nada lhe impede de tentar algo natural. Existem plantas como a menta, calêndula e a arruda, que são repelentes de insetos naturais.

Lesmas e caracóis:
Vão devorar as suas plantas, principalmente as folhas jovens e botões de flores. Besouros e passarinhos são ótimos predadores naturais desses insetos.
Porém, caso você queira fazer algo você mesma, espalhe uma mistura de cerveja com sal (mais sal do que cerveja) nos locais aonde você costuma ver essas pragas. A cerveja vai atraí-los, e o sal vai matar os caracóis e lesmas, pois os desidrata.

Lagartas:
Elas são umas pragas, pois comem os brotos de suas plantas e o pior de tudo é que, caso você tenha crianças, elas podem ser perigosas, pois algumas espécies podem queimar a pele de quem toca nelas.

Se o seu jardim não estiver passando por um ataque maciço delas (pois nesse caso você vai ter que usar um lagarticida), o certo é você, com cuidado pois elas podem queimar, retiras uma a uma. Porém mantenha em mente que é das lagartas que vêm as borboletas. Às vezes, vale a pena sacrificar um pouquinho do seu jardim... Essa é uma decisão que você vai ter que tomar.

Você pode usar uma solução chamada calda de angico que é simples de ser feita e afasta as lagartas de suas plantas sem prejudicá-las. Pegue 100 gramas de folhas de angico e deixe-as de molho em 1 litro de água por 10 dias. Após 10 dias, coe o chá e guarde em uma garrafa tampada, para utilizar em pulverizações dilua esse extrato em 10 partes de água.

Ácaros:
São parecidos com uma aranha vermelha. Atacam flores, brotos e podem comer e destruir todo o seu jardim. Como as aranhas, eles formam uma teia fina, que talvez seja a maneira mais fácil de saber se eles estão presentes ou não.

Locais quentes e secos são mais propícios a essa praga, que gosta mais de plantas em vasos do que das plantas no seu canteiro.

Borrifar a planta com água regularmente, pode ser uma boa idéia para se ver livre dessas pestes. Se for preciso use a calda de fumo misturada com a água.

Percevejos (Maria Fedida):
Prejudica principalmente as flores e frutos, porém as vespas são suas inimigas naturais. Normalmente você vai ter que apelar para o controle manual, isso quer dizer retirar uma a uma. Se o ataque for maior do que você pode controlar, tente usar calda de fumo antes de apelar para produtos químicos.

Tatuzinhos (tatus-bola):
Não é uma praga, em pequenas quantidades. São até bem divertidos para as crianças. O que você não pode fazer é deixar com que eles se reproduzam tanto que tomem conta do seu jardim. Esses insetos têm que ser retirados manualmente ou quimicamente tratados, pois sua carapaça os protege de todos os outros tipos de inseticidas orgânicos.

Formigas:
As que você deve tomar mais cuidado com são as cortadeiras, que cortam as folhas de suas plantas, para servir de alimento aos fungos dentro do formigueiro, que são usados pelas formigas como alimento.

Algumas plantas ajudam você a manter as pragas afastadas dos canteiros, como a calêndula, arruda, hortelã e cravo de defunto. Porém, dependendo da infestação, você pode comprar algo chamado iscas formicidas, que são carregadas pelas formigas para o formigueiro e são fatais a elas.

 
Cuidado com as pragas

Compartilhar

Receba Informativos

Koyot Desenvolvimento Web