Silvana Flores
Home Contato Adicionar aos Favoritos

LÍRIOS

LÍRIOS

Para falarmos um pouco sobre lírios, precisamos separar pelas suas cores, pois existe

peculiaridades entre elas.

LÍRIO BRANCO: de nome cientifico Lilium longiflorum com alguns nomes populares,

tais como: lírio japonês, lírio trombeta ou somente lírio.Herbácea bulbosa, ereta,

não ramificada, originário da China, de 0,40-1,20 m de altura, com folhas distribuídas

ao longo da haste vertical, cerosas e espessas.Flores terminais, em grupos de 2-

4, grandes, branco-cerosas, em forma de trombeta, com aroma característico. São

produzidas geralmente em outubro-novembro e comercializadas como flor de

corte. Existem diversas variedades caracterizadas pelo crescimento compacto ou

pelo numero de flores. Cultivada em agrupamentos homogêneos, em canteiros a

pleno sol, bem estercados e permeáveis, tanto para corte como em jardins, irrigados

periodicamente. Após o florescimento a folhagem decai e os bulbos são arrancados,

limpos e plantados novamente no outono.

LÍRIO-ASIÁTICO: Nome cientifico Lilium pumilum . Herbacea bulbosa, ereta, não

ramificada, originário da China, de 30-50 cm de altura, de florescimento vistoso. Folhas

numerosas, lisas e lineares. Flores grandes, alaranjadas, terminais, em grupos de 2-5,

com as pétalas recurvadas para baixo, formadas no inverno-primavera. São cultivadas

outras formas e variedades de origem asiática, com flores perfumadas, de forma e

colorido variados, conhecidas no mercado genericamente como “lírios asiáticos” e

especificamente com nomes fantasia como “Orange Pixie”, “Montreux”,”Appledom”

entre outros. Culivada a meia-sombra, geralmente em vasos, com solo rico em matéria

orgânica e mantido sempre úmido. Aprecia o frio. Reproduz-se facilmente através de

divisão dos bulbos.

LÍRIO REGALE: Nome cientifico Lilium regale Herbácea bulbosa, ereta, originária

da China, de 0,90-1,2 m de altura, não ramificada, de folhas espessas, lineares e

numerosas, distribuídas ao longo das hastes florais. Inflorescências terminais, com

flores grandes, brancas, cerosas, muito perfumadas e formadas no verão, as quais

resultam em frutos alongados e deiscentes com muitas sementes, tornando a planta

espontânea no sul do pais. Proporciona flores para corte, alem de grande efeito

decorativo em jardins. Adequada para formação de bordaduras ou para conjuntos

homogêneos , em canteiros a pleno sol, com solo fértil e de boa permeabilidade.

Multiplica-se pelos bulbos globosos que entram em repouso vegetativo no período do

inverno, bem como facilmente pelas suas sementes.

LÍRIO ORIENTAL: Nome cientifico Lilium speciosum .Também conhecido como

lírio-vistoso. Herbácea bulbífera, ereta, não ramificada, originária do Japão, de 0,60-

1,20 m de altura. Folhas geralmente horizontais, elíticas, verdes-escuras e espessas.

Flores grandes, uma ou mais por haste, terminais, muito perfumadas, com as pétalas

recurvadas para baixo, brancas, cor-de-rosa, pontilhadas de vermelho, numa serie de

tonalidades, formando cultivares denominados genericamente de ” lírios-orientais” e

especificamente com nomes fantasias, como “Monalisa”, “Stargazer”e “Casablanca”

entre outros. Florescem geralmente no inverno-primavara. Cultivada em vasos ou

canteiros a meia sombra, com terra rica em húmus, permeável e mantida úmida.

Aprecia climas de temperatura amena. Sua multiplicação é dada facilmente por meio

do plantio de seus bulbos.

FONTE:- Plantas Ornamentais no Brasil. Arbustivas, herbáceas e trepadeiras.

Harri Lorenzi e Hermes Moreira de Souza.

  TAGS : Casa, Silvana Flores
LÍRIOS
LÍRIOS
LÍRIOS
LÍRIOS

Compartilhar

Receba Informativos

Koyot Desenvolvimento Web